Ubisoft vai despedir mais funcionários

da Série C: De acordo com informações da Gamespot, a Ubisoft confirmou um esforço de reestruturação que resultou na supressão de 45 postos de trabalho nas suas divisões internacionais no sector editorial e na região Ásia-Pacífico. A notícia das demissões foi confirmada pela Ubisoft, citando a necessidade de se adaptar à evolução do mercado e aumentar a agilidade organizacional.

da Brasileirão Série D: Esta decisão ocorre após uma série de despedimentos que têm afetado o sector dos videojogos desde o ano passado, tal como noticiado pela Gamespot. A última vaga de cortes segue uma tendência de despedimentos em massa no sector dos jogos, com grandes empresas como a Gearbox, a Sega, a Certain Infinity e a Maxis Games a sentirem o impacto.

A anterior ronda de despedimentos da Ubisoft, em novembro de 2023, afetou mais de 1000 trabalhadores, enquanto a Microsoft e a Sony seguiram o exemplo com cortes consideráveis de postos de trabalho em janeiro e fevereiro, respetivamente. A Twitch e a GameStop também foram afetadas, contribuindo para um número preocupante de mais de 8000 perdas de postos de trabalho só em 2024.

A Ubisoft realçou que está empenhada em apoiar os funcionários afetados, manifestando a sua gratidão pelas suas contribuições para a empresa. Apesar da reestruturação, a Ubisoft continua concentrada nos seus projetos, como Prince of Persia: The Lost Crown e Skull and Bones.

Ainda que o shooter XDefiant tenha sofrido alguns atrasos, títulos muito aguardados como Star Wars Outlaws e um jogo Assassin’s Creed Codename Red permanecem no caminho certo para serem lançados no ano fiscal de 2024-2025. Espera-se que em maio sejam revelados mais pormenores sobre o alinhamento da Ubisoft, o que permitirá conhecer a direção estratégica da empresa para o futuro.