Portuguesa Rows angaria oito milhões para pôr mais inteligência artificial nas folhas decálculo

da SLOTS: A startup portuguesa Rows, que opera no mercado das folhas de cálculo (spreadsheets) e que tem integração com a inteligência artificial da OpenAI, fechou uma ronda de investimento de oito milhões de euros. Em comunicado, divulgado esta sexta-feira, a empresa diz que o financiamento servirá para “tornar as integrações de dados multi-plataforma mais rápidas e simples, continuar a melhorar as funcionalidades de inteligência artificial e expandir a sua presença nos mercados principais, EUA, Reino Unido e Europa”.

da esportivabet: A ronda foi liderada pela Indico Capital Partners, gestora independente de capital de risco, e contou com a participação de “prévios investidores”, como a Cherry Ventures, a Accel, a Lakestar ou a Armilar Venture Partners. Humberto Ayres Pereira, CEO da Rows, afirma estar “muito contente” pelo fecho do investimento e avança que a direção da empresa passará a contar com Cristina Fonseca, empreendedora que cofundou a Talkdesk.

Por sua vez, Stephan Morais, fundador da Indico Capital Partners, destaca que este investimento é “o primeiro” de um novo fundo de 70 milhões de euros da gestora que tem como “principal subscritor o Banco de Fomento, ao abrigo da linha de venture capital”. “Estão subscritos desde já 57,5 milhões dos 70 milhões [de euros], podendo vir a receber mais investidores até este limite. Este fundo dedica-se a empresas de software portuguesas, investimentos até cinco milhões de euros direcionados a empresa certificadas pela agência nacional de inovação com forte atividade em R&D [Research and development]”, acrescenta, citado em comunicado.

Portuguesa Rows integra inteligência artificial da OpenAI nas suas folhas de cálculo

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Fundada em 2017 por Torben Schulz e Humberto Ayres Pereira, a Rows diz ter como objetivo “revolucionar a forma como as pessoas utilizam as folhas de cálculo”. Para isso, fornece aos clientes “uma importação de dados veloz, um analista de inteligência artificial que ajuda a extrair lições dos dados e funcionalidades de partilha colaborativa” que tornam as folhas de cálculo “mais eficientes e potentes”.

O financiamento anunciado esta sexta-feira chega depois de a empresa ter fechado uma “mini-ronda” em 2022, cujo valor não foi divulgado, mas que, segundo disse o CEO ao Observador aquando do anúncio da integração da tecnologia da OpenAI, ajudou a empresa a atingir um total de “27 milhões de dólares” levantados. Para esse valor ‘contaram’ também os 14 milhões de euros que captou em 2021.

Rows. Startup do Porto capta investimento de 14 milhões de euros para expandir equipa e produto