Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos

PUBLICIDADE

da 7games bet: O estilista e empresário Roberto Cavalli morreu esta sexta-feira na sua casa em Florença, aos 83 anos. Estava doente desde há algum tempo e o seu estado de saúde tinha-se deteriorado muito nos últimos dias. Os familiares comunicaram a morte aos amigos e conhecidos mais próximos.

A carreira do estilista Roberto Cavalli

da marjack bet: Grande talento artístico, mas também empreendedor, Cavalli apresentou a primeira coleção em nome próprio em 1970, no Salão do Pret-à-Porter de Paris. Mais tarde levou as suas coleções para as passarelas da Sala Bianca do Palazzo Pitti, em Florença,e depois para as da Milano Collezioni.

Em 1972, abre a sua primeira boutique em Saint-Tropez. Rapidamente se tornou mundialmente reconhecido, sobretudo pelos looks arrojados com estampados leopardo: não é por acaso que o New York Times o coroou “rei do animal print“. As suas coleções de ganga também deram nas vistas, assim como os seus vestidos para a passadeira vermelha.

Também criou novas marcas, como a Just Cavalli, lançada no final dos anos 90: roupa para homem e mulher, mas também acessórios, óculos de sol, relógios, perfumes, roupa interior e fatos de banho. Em 2015, o estilista vendeu a sua histórica maison a um fundo de investimento e, pouco tempo depois, deixou também o cargo de diretor criativo da marca.

Florença e Milão recordam Roberto Cavalli

“É com profundo pesar que tomamos conhecimento do falecimento do grande estilista fiorentino Roberto Cavalli. Deixou a sua marca na linguagem moderna da moda italiana. Não esqueceremos o seu génio e o seu amor incondicional por Florença. Um abraço à sua família e amigos”, escreveu o Presidente da Câmara de Florença, Dario Nardella, na rede social X.

“Com profunda dor e sincero pesar, tomei conhecimento do falecimento de Roberto Cavalli, uma figura ilustre que levou a alta costura italiana ao mundo, tornando a Toscana um ponto de referência indiscutível no panorama da moda mundial. Roberto não era apenas um inovador e um artista dos têxteis, mas também um símbolo de criatividade e habilidade, capaz de misturar corajosamente as cores da nossa terra com as tendências internacionais”, foram as palavras deixadas pelo Presidente da Região da Toscana, Eugenio Giani.

“Exprimo, também em nome do Conselho Regional da Lombardia, as minhas condolências e simpatia à família e aos entes queridos de Roberto Cavalli. Um empresário vencedor e inovador no mundo da moda que sempre fez de Milão o seu ponto de referência”, lembrou ainda o Presidente da Região da Lombardia, Attilio Fontana.