Monolith: Requiem and the Ancients (Multi), RPG de ação, tem o título alterado para Astor: Blade of the Monolith

A desenvolvedora C2 Game Studio alterou o nome do seu RPG de ação multiplataforma Monolith Requiem and the Ancients para Astor: Blade of the Monolith. Fundador e diretor do estúdio colombiano, Luis Correa revelou que a decisão de trocar o título do game foi tomada para “garantir uma única e forte identidade, algo que faça o jogo se destacar”.
Inspirada nas franquias The Legend of Zelda, Devil May Cry e Bayonetta, a C2 Game Studio colocará os jogadores no game para assumir o papel de um jovem guerreiro chamado Astor, cuja tribo Diokek viveu pacificamente desde o desaparecimento de seus ancestrais criadores até quando criaturas conhecidas como Hiltsik começaram a devastar os seus povoados.Acreditando que os criadores possam ter deixado relíquias antes de sumirem, Astor parte em uma jornada para explorar as ruínas, templos e várias outras paisagens do místico mundo de Gliese, solucionar quebra-cabeças e enfrentar hordas de 16 tipos de inimigos e 10 bosses com a ajuda de quatro tipos de armas diferentes, possibilitando ataques à distância, corporais e aéreos, para tentar salvar o seu povo.
Aventura pela qual os jogadores precisarão dedicar mais de 20 horas para completar a campanha principal e as missões secundárias, sem contar o modo Novo Jogo +, quando Astor: Blade of the Monolith for lançado para os consoles PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch, PlayStation 5, Xbox Series X/S e PC (via Steam) com suporte a legendas e interface em português brasileiro em algum momento antes do término de 2024.
Fonte: Gematsu