Com show de Luciano, São Paulo aproveita expulsão e bate o Vitória

EsporteCom show de Luciano, São Paulo aproveita expulsão e bate o VitóriaDo UOL, em Santos (SP)05/05/2024 18h05

da vegas cassino

da huuuge casino: O São Paulo se aproveitou de uma expulsão logo no início da partida e venceu com tranquilidade o Vitória por 3 a 1 na tarde deste sábado (5) no Barradão pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar do campo encharcado pela chuva Luciano conseguiu dar um show e marcar duas vezes. Ferraresi fez terceiro. O gol dos donos da casa foi de Willian Oliveira.

O início do jogo e expulsão de Wagner Leonardo por cotovelada em Calleri. O zagueiro acertou o atacante numa disputa de bola na defesa do São Paulo. O VAR chamou e o árbitro deu vermelho após revisão.

O São Paulo dominou as principais chances e deu trabalho com Igor Vinicius e Luciano.

  • Josias de Souza

    Lula lembra de ‘plano de prevenção’ em desastre

  • Juca Kfouri

    VAR e Bahia desmoralizam seguidores de Textor

  • Milly Lacombe

    A beleza escondida na fala enigmática de Abel

  • Alicia Klein

    Madonna, Abel e o nosso desejo pela seleção

Luciano abriu o placar e o gol foi especial, o 100º no geral dessa edição do Brasileirão. No momento do gol o campeonato completava 43 jogos disputados.

O Vitória voltou para a segunda etapa e arrancou empate aos cinco minutos com gol de Willian Oliveira

Dois minutos depois Luciano voltou a colocar o São Paulo na frente.

Nos minutos finais, Ferraresi fez o primeiro gol dele pelo São Paulo. A comemoração mexeu com todo elenco. Ferraresi ficou nove meses sem jogar por causa de uma lesão.

O São Paulo volta a campo na quarta-feira (8), às 21h30 para enfrentar o Cobresal pela Copa Libertadores.

O Vitória enfrenta o Vasco no domingo (12), às 11h pelo Brasileirão.

Continua após a publicidade

Com o resultado, o Tricolor vai a sexto colocado, com sete pontos.

O Vitoria segue com apenas um, em 18º colocado.

Só deu São Paulo

O início de jogo foi confuso por causa da expulsão de Wagner Leonardo por cotovelada em Calleri. Foi aos seis minutos e a patida ficou parada por um tempo. No total sete minutos, desde o chamado do VAR, a decisão do árbitro até a saída de campo do jogador e o reinício.

Com um a mais, o São Paulo dominou as principais chances. Nestor criou linda jogada em drible no Zeca e apareceu na área pra cruzar rasteiro. A bola desviou e sobrou para Igor Vinicius, que tinha espaço, mas não aproveitou a oportunidade.

Por causa da chuva, o gramado encharcou e as equipes tiveram um pouco de dificuldade. Uma poça se formou próximo da entrada da área dos donos da casa.

Continua após a publicidade

Newsletter

OLHAR OLÍMPICO

Resumo dos resultados dos atletas brasileiros de olho em Paris-24 e os bastidores do esporte. Toda segunda.

Quero receber

O São Paulo atacou muito pelas laterais e levou perigo com Luciano e Igor Vinicius. O ataque, porém, faltou ser eficiente nas definições. Igor, pelo lado direito, teve mais uma chance clara em um rebote. Com o gol aberto, ele mandou uma bomba e acertou a trave.

O gol saiu nos minutos finais, antes do intervalo, justamente com a dupla Igor Vinicius e Luciano. Igor, de longe, arriscou chutar em direção ao gol, mas ajeitou para Luciano. Bem posicionado, o atacante mandou de peixinho para dentro do gol.

Show de Luciano

O Vitória voltou incendiando o segundo tempo com gol aos cinco minutos após cruzamento na medida de Matheuzinho para gol de Willian Oliveira. Mesmo com um a menos, o time de Léo Condé apostou na bola parada e se colocou de novo na partida.

A alegria, porém, durou pouco. Luciano voltou a aterrorizar Gabriel Arcanjo e balançou a rede dois minutos depois. Nestor encontrou Michel Araújo, que deu passe para Luciano bater de primeira e não dar chances ao goleiro. O Tricolor voltou a ficar na frente no placar.

Após os gols, o jogo ficou morno. O Leão até insistiu mais um pouco, mas viu o São Paulo se fechar e melhorar a marcação. O Tricolor passou a buscar contra-ataques e na reta final ficou muito próximo de ampliar o placar com Rodriguinho. O jogador ficou de frente para o gol, mas isolou a bola.

Continua após a publicidade

Nos minutos finais, o São Paulo concretizou a vitória com gol de Ferraresi no rebote, logo após escanteio. Calleri finalizou, foi travado pela defesa, mas o zagueiro deu uma bicuda e viu a rede balançar para concretizar a vitória do Tricolor.

Lances Importantes

Expulsou! – Aos seis minutos, Wagner Leonardo foi expulso por cotovelada em Calleri na área.

QUASE! – Aos 17 minutos, Igor driblou Zeca e cruzou rasteiro. A bola chega em Igor Vinicius, que tinha espaço, mas não aproveitou a oportunidade.

Por pouco – Aos 26 minutos, Rodrigo Nestor cobrou bem uma falta fechada, mas viu o goleiro Lucas Arcanjo se esticar inteiro para defender.

NA TRAVE! Aos 39 minutos, Luciano recebeu na ponta esquerda e cruzou para Calleri, que chegou batendo em cima do goleiro. A bola sobrou e, de rebote, Igor Vinicius manda uma bomba no gol e acertou a trave.

Continua após a publicidade

GOL! – Aos 44 minutos, Igor Vinicius ajeitou para Luciano mandar de cabeça para o gol.

GOL! Aos 5 minutos do primeiro tempo, Matheuzinho deu escanteio na medida para Willian Oliveira empatar.

GOL! – Aos sete minutos, Matheus Araújo dá bom passe para Luciano bater de primeira e conseguir a vantagem.

GOL! – Aos 38 minutos, Ferraresi, de rebote, deu uma bicuda em direção ao gol e ampliou para o São Paulo.

Vitória 1 x 3 São Paulo – 5ª rodada do Brasileirão

Data/horário: 05/05/2024 (domingo), às 16h (de Brasília)

Continua após a publicidade

Local: estádio do Barradão, em Salvador-BA

Cartões amarelos: Bobadilla, Galoppo, Alan Franco (SPFC) – Bruno Uvini, Lucas Esteves (VIT)

GOLS: Luciano 44’1T, Willian Oliveira, aos 5’2T, Luciano aos 7’2T, Ferraresi aos 38’2T.

Vitória: Lucas Arcanjo; Zeca, Bruno Uvini e Wagner Leonardo; Osvaldo (Matheus Gonçalves), Willian Oliveira (Reynaldo), Dudu, Matheuzinho (Daniel Junior) e PK (Lucas Esteves); Janderson (Adriano). Técnico: Léo Condé

São Paulo: Rafael; Arboleda, Alan Franco (Ferraresi) e Diego Costa; Michel Araújo, Bobadilla (Galoppo), Alisson, Nestor (Rodriguinho) e Igor Vinícius (Erick); Luciano e Calleri. Técnico: Luís Zubeldia.

Veja também
Deixe seu comentárioSó para assinantes